Site desafia policias e faz discurso de ódio contra negros, mulheres, gays e incentiva estupro e pedofilia

Imagem site Homens de Bem

Presidenta Dilma, desde quinta-feira, 24/10 o Blog do Rovai denunciou o site homens de bem chamando a atenção da Polícia Federal para a quantidade de crimes que estariam sendo cometidos. Vários leitores denunciaram o fato formalmente para a Polícia Federal, PF, pelo Twitter, foi chamada a atenção da ministra Maria do Rosário para o fato. De pronto ela disse que iria tomar providências. É domingo à tarde e o blogue continua lá, todo pimpão. Dando recados agressivos à PF sem que nada tenha sido feito.

”Não tem polícia federal, não tem civil nem pm, o bonde descabaçador de novinhas tá boladão e pesadão.

Somos o novo homem  do terceiro milênio, sem freios morais da pseudo-direita que seguem o babalorixá astrolavo de oxossi e comem na mão dos esquerdistas. Aqui o negócio é agressivo ofensivo, intrusivo e penetrativo. Fazemos questão de quebrar as leis e cagar na boca dos  esquerdistas.”

A liberdade na rede é uma conquista que temos de garantir com a lei existente e com a aprovação do Marco Civil. E não criando lei específicas para transformar a internet numa dimensão à parte das nossas vidas. A Constituição Federal tem cláusulas suficientes para encaminhar esses criminosos para a cadeia. Mas este blogue tem informações de que há quem lhe diga, presidenta, que é impossível solucionar isso com a lei atual. Não é fato.

Faça a turma trabalhar. O site www.homemdebem.org está hospedado no Panamá. E se esconde por detrás de uma organização que garante a invisibilidade na rede, mas lhe garanto, se a PF agir com algum afinco, em algumas horas a senhora terá o nome do autor desse crime. Aliás, muitos leitores têm levantados suspeitas que podem ser perseguidas.

Não há crime sem rastros na rede, presidenta. Quem estiver lhe dizendo o contrário, mente.

Para ler o post anterior, entre aqui.

A Lola já escreveu um post bem elucidativo acerca desses casos.

1000 Letras Restantes